Atlético Mineiro x Palmeiras – Resenha

Por: Vitor Placucci Vizzotto

 

Palmeiras sai do Independência derrotado e eliminado.

Foto: espn.uol.com.br
Foto: espn.uol.com.br

O verdão perdeu do Galo no estádio Independência ontem por 2 x o e foi eliminado da Copa do Brasil. O Atlético entrou em campo para empatar, mas mesmo assim conseguiu levar a vitória. 

 

O Palmeiras não é mais o de Gareca, com Alberto Valentim, técnico interino no comando, vimos que quase nada mudou na maneira do time jogar. Em apenas 16 minutos Jemerson e Luan definiram o placar da partida e o Palmeiras apático nada fez. O goleiro Fábio mais uma vez criticado, pegou bolas difíceis, mas nos gols saiu errado. O time de Valentim estava completamente perdido em campo. O próximo adversário do Galo será o Corinthians, sorte deles. 

 

O time do Palmeiras veio à campo com um 4-3-3, escalando:

Fábio (GOL), Weldinho (LD), Lúcio (ZG), Tóbio (ZG),  Juninho (LE), Renato (VOL), Marcelo Oliveira (VOL), Allione (VOL), Bruno César (ATA), Diogo (ATA) e Henrique (CA). 

 

O Atlético também veio com um 4-3-3, escalando: 

Victor (GOL), Alex Silva (LD), Jemerson (ZG), Leonardo Silva (ZG), Pedro Botelho (LE), Rafael Carioca (VOL), Leandro Donizete (VOL), Dátolo (MEI), Luan (ATA), Jô (CA) e Carlos (ATA). 

 

Agora o Palmeiras enfrenta o Atlético Paranaense as 18h30 no domingo, já com Dorival no comando. Não esperemos mudanças significativas no elenco. Outra notícia animadora é que Dorival Junior não terá verba disponível para contratações. Assim fica difícil. 

Forza Palestra!!!

 

Sem renovação!

Por: Vitor Placucci Vizzotto

 

O presidente Paulo Nobre disse que o jogador não renovará o contrato com o Palmeiras e sairá de graça.

Foto: esportes.r7.com/blogs/
Foto: esportes.r7.com/blogs/

O volante do Palmeiras, Wesley, não respondeu a proposta do presidente Nobre. Com o tempo de proposta vencido, tudo indica que ele não seguirá no clube. Seu contrato acaba em fevereiro de 2015 e o jogador pode parar no rival São Paulo e já teria um pré-contrato assinado. 

 

Como o jogador e nem seu agente responderam o Palmeiras em fevereiro de 2015 ele não terá mais nenhum vínculo com o Palmeiras e pode se negociar com qualquer clube, pois não há nenhuma clausula contratual que diga que o jogador só poderá jogar em outra equipe se for vendido pelo Palmeiras. Confira o que o presidente do Palmeiras disse ao COF (Conselho de Orientação Fiscal): 

 

“O Wesley já era. Eu tentei de tudo. Fiz uma proposta bem próxima daquilo que o Wesley havia pedido, mas o prazo para a resposta venceu e o agente dele não deu qualquer sinal de vida”

 

O volante foi contratado pelo verde em 2o12 por 21 milhões de reais, no mandato do ex-presidente Arnaldo Tirone, que se comprometeu em pagar esse valor em três parcelas ao Weder Bremen e a segunda não foi paga. Quem foi o fiador da segunda parcela foi o presidente do Criciúma, Antenor Angeloni. Como Antenor não recebeu seu dinheiro de volta entrou com uma ação contra o Palmeiras e conseguiu cortar os cotas de TV deste ano.  

Isso é um inadimissível! Sem falar que o clube vai perder uma peça considerável para o elenco. Uma pena… Mais um episódio deplorável dessa diretoria do Palmeiras. 

 

Forza Palestra!