ESCALADO

Oswaldo de Oliveira define quem irá pra campo hoje, contra o Rio Claro.

Foto: https://www.facebook.com/sePalmeiras?fref=ts
Foto: https://www.facebook.com/sePalmeiras?fref=ts

Confira os relacionados do Palmeiras:

Goleiros: Fernando Prass e Jailson
Laterais: Lucas, Zé Roberto e João Paulo
Zagueiros: Jackson, Vitor Hugo e Tobio
Volantes: Gabriel e Amaral
Meias: Allione, Ryder, Robinho e Alan Patrick
Atacantes: Dudu, Rafael Marques, Leandro Pereira e Cristaldo

Hoje às 20:30, o verdão enfrenta o Rio Claro. Compareça ao estádio!

FORZA PALESTRA!!! 

Anúncios

ÍDOLO INTERNADO

img_5211

O santo goleiro, Marcos está internado por causa de uma infecção alérgica.

“Ele está bem e internado para investigar, para ver o que provocou uma reação alérgica, precisa ficar internado por conta disso. Não sabe ao certo, mas está bem, está lúcido, estamos esperando os médicos passarem informação para vermos, ele fica internado hoje. Precisamos fazer os exames e tudo”, disse o assessor do jogador, Juan Brito.

Esperamos que nosso eterno ídolo melhore logo e que tudo se resolva rápido!

 

FORZA MARCÃO!!!

VALDIVIA VOLTOU!

vAL VAL

 

O técnico Oswaldo de Oliveira já sabe quando contará com o meia chileno. Em entrevista a Sportv, o comandante alviverde revelou sua volta: 

“O Valdívia é um jogador muito importante, é claro. Acho que para o jogo contra o Capivariano ele vai estar pronto. Com ele, teríamos um ganho, mas como é um momento de reconstituição, a dificuldade ainda apareceria. O crescimento será de todos juntos. Esperamos que ele possa acrescentar algo mais à equipe”. 

Será que o meia será um reforço ou um empecilho? Vamos esperar para ver. Pelo menos, no Flamengo ele não joga!

 

FORZA PALESTRA!!!

VAMOS FALAR DE FUTEBOL?!

Vitor Placucci Vizzotto

Palmeiras perde para o maior rival em casa e terá que lidar com críticas.

Foto: espn.uol.com.br
                     Foto: espn.uol.com.br

Perder em um clássico é duro. Perder para o maior rival, mais ainda. O Palmeiras amargurou o 1 a 0 para o Corinthians, em pleno Allianz Parque. Claramente, o time do técnico Oswaldo de Oliveira está em formação e a cautela neste momento terá que ser nossa melhor amiga. Os olhares estavam em cima do novo elenco palestrino, entre os palmeirenses, o clima de medo e confiança era eminente. Entre os corinthianos, raiva e animalismo decretaram o que já era esperado. 

Cerca de uma hora antes do dérbi, a torcida uniformizada do verde entrou em confronto com a polícia militar, não irei entrar no mérito, pois muito é dito sobre vandalismo e poucas medidas são tomadas em relação a isso. Dentro do estádio, a torcida ‘organizada’ do Corinthians demonstrou não ser cordial e muito menos civilizada. Quebraram as cadeiras do Palestra Itália e ainda por cima picharam os banheiros do estádio com frases provocativas. Isto só mostra a tamanha falta de educação que temos neste país. Mas enfim, vamos falar de futebol, não é?

O verdão começou dominando a meia cancha, atacando seu rival sem dó, porém, nada de gols. Isso se estendeu durante o primeiro tempo inteiro. O alvinegro também demostrava sua força e conseguiu o gol aos 32 do primeiro tempo com Danilo, após recuo mal feito pelo zagueiro Victor Hugo para o goleiro Fernando Prass. Impressionante como existe uma ‘zica’ em cima do Palmeiras. 

Muitas contratações vieram. Um time não é construído do dia pra noite, sejamos pacientes. Nosso glorioso palestra será vitorioso novamente se nós, torcedores, tivermos cautela e perseverança. Temos que ter fé no trabalho de Oswaldo que é um técnico centrado e sério. As inúmeras opções para cada posição estão sendo testadas. Eu particularmente acho que ele poderia ter começado o jogo com Dudu no lugar do Maikon Leite, mas para preservar o jogador, Oswaldo decidiu coloca-lo somente no segundo tempo. Pensamos assim: as principais peças do elenco ainda não jogaram, ainda não se entrosaram. Cleiton Xavier e Arouca, ainda não estrearam e estão em preparação. Zé Roberto é o principal jogador do elenco, em minha opinião e fará a diferença com suas preleções. Os demais, precisam demonstrar o seu valor.

Resumindo, o Palmeiras não está jogando mal. O que falta é a liga dentro de campo e treino de finalização principalmente. Vamos continuar apoiando nosso verdão e esperamos que não aconteça mais episódios como estes, em geral, do clássico de domingo.

 

FORZA PALESTRA!!!

A POLÊMICA DA TORCIDA ÚNICA

Vitor Placucci Vizzotto

Federação Paulista de Futebol anuncia torcida única no clássico de domingo e gera polêmica.

Pal x Cu

Nesta quinta feira, a FPF anunciou que o clássico entre Palmeiras e Corinthians do dia 8, teria torcida única, ou seja, somente a torcida do verde, pois o jogo será no Allianz Parque. Contudo, a direção corintiana não gostou nem um pouco da decisão e entrou com uma ação na justiça em busca de uma liminar que a derrubasse. 

Mas vejamos a repercussão que isso causou. Em primeiro lugar, a medida tomada pela Federação e a polêmica causada. Em segundo, o presidente do Corinthians, Mário Gobbi Filho, veio a mídia se pronunciar, dizendo que o alvinegro só jogaria o dérbi se sua torcida estivesse presente.  Logo depois, Paulo Nobre, presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras, veio a público declarar a boa relação entre as direções dos dois clubes e tentar acalmar os ânimos. E por fim, o presidente do Corinthians volta a público para dizer que eles foram ‘tradados como moleques’ e que isso não se faz, sendo que a FPF tinha voltado atras em sua decisão e liberou os 5% dos ingressos. A partir dai as coisas começaram a esquentar.

Bem, não é assim que se lida com um caso como esse. Na sociedade em que vivemos e sem nenhuma preparação policial, é muito mais plausível termos clássicos com torcida única, infelizmente. Claro, essa medida acaba com a magia da rivalidade de um dérbi, mas em um país como o Brasil, temos que ter prudência e pensarmos no que é melhor para as pessoas que não querem ser vítimas da violência nos estádios. Eu particularmente sou contra a essa medida, contudo, sou realista. Em nosso país e em nosso estado de São Paulo, não existe policiamento inteligente para conter ou inibir qualquer tipo de violência. Evidentemente devemos exigir que medidas sejam tomadas em relação a isso, mas também devemos ser coerentes e não podemos comparar o sistema de segurança do futebol europeu com o daqui. 

A medida que a polícia deveria tomar é simples: Pautar aqueles que tem ficha criminal dentro das torcidas organizadas ou fora, e vetá-los dentro dos estádios, pronto. É inaceitável não ver nenhuma ação ser tomada sendo que, hoje em dia, há recursos mil para rastreamento com relação àqueles torcedores que marcam brigas pela internet.

A ação da Federação e do Palmeiras quanto a decisão foi clara, coibir a violência. Se temos uma polícia incompetente, não podemos esperar que haja planejamento para que não ocorra conflitos. 

Voltando a declaração do presidente do Corinthians que foi de maneira extremamente equivocada e errônea. Gobbi somente fez repercutir a violência ao exaltar que eles levaram um ‘passa moleque’ e que a torcida corintiana é a maior do estado disparado, entre outras provocações. Ainda por cima, ressaltou que estava aborrecido com o presidente do Palmeiras. Oras, o senhor quer acalmar os nervos ou levantar mais poeira? Não entendi suas colocações, pois ao final da coletiva, ele agradeceu a Paulo Nobre e a FPF por terem voltado atras, sendo que um minuto atras estava comprando briga.

Resumo da ópera, o presidente do Cortinthians, deveria ter dito na coletiva que tudo foi resolvido, que a rivalidade se resume somente dentro do gramado e não dando indiretas. Mas o senhor, Mário Gobbi, colocou lenha na fogueira e o clássico domingo pode acabar em tragédia. Esperamos que tudo ocorra bem e que a polícia haja contra os infratores de maneira inteligente e não dando somente pancada. Vamos nos concentrar no espetáculo do futebol e na grandeza que é Palmeiras x Corinthians! 

 

FORZA PALESTRA!!!