VAGA CONQUISTADA!

Por: Vitor Placucci Vizzotto

Com um a menos, Palmeiras goleia o Vitória da Conquista.

Foto: globoesporte.com

O que falar de um time que mal conhecemos e botamos tanta fé? O toque de bola ofensivo, são características colocadas no jogo de Oswaldo de Oliveira e os gols vindos das variadas posições do ataque palmeirense, mostra que o time está se consolidando com o tempo. Para muitos, isso iria acabar acontecendo, mas o que mais o torcedor almeja é, evidentemente, títulos.  

A escuderia alviverde está retornando? Não sei dizer, mas acho que a incansável forma de apoio, vinda das arquibancadas, é necessária neste momento e isso o torcedor palestrino tem de sobra. Podemos ver que ontem o meia Dudu estava mais imponente em campo e conduzia a bola naturalmente para o ataque, com perigo, junto dos seus companheiros.

Com a vitória, a vaga para a próxima fase está conquistada, eliminando o jogo de volta em casa. Os possíveis adversários do verde são Sampaio Corrêa-MA ou Estrela do Norte-ES.

O jogo, em si, retrata muito esse sentimento que todo palmeirense está tendo. O de ansiedade e esperança, combinados de medo e frustrações passadas que ainda rondam os torcedores. Sejamos francos que ‘nostro Palestra’ mudou. E isso é fato. As contratações vieram e finalmente os patrocínios. Estou tão esperançoso que posso dizer que, talvez, esse time possa ser o melhor da última década. Pelo simples fato de que não existem tantas estrelas, no elenco, e o semblante do time é a raça, algo que é simbólico para o clube.

A PARTIDA

O primeiro gol foi de pênalti, cobrado por Cristaldo, aos 13 min da primeira etapa. No segundo tempo, o Vitória da Conquista empatou com um belo gol, concebido por uma jogada rápida, anotado por Tatu. Arouca foi expulso 10 min depois. Um minuto depois o Palmeiras empatou com Allione, depois de bela jogada do meia Robinho pela direita. Aos 33, Robinho se infiltrou no meio da área e soltou a bomba no canto esquerdo do goleiro Viáfara, marcando o terceiro, golaço. Para finalizar, depois de um encontrão na marca do pênalti, a bola sobrou para Dudu ampliar a larga vantagem palmeirense, sendo assim, 4 x 1.

 

FORZA PALESTRA!!!