Por: Vitor Placucci Vizzotto

Em ‘nossa casa’ Palmeiras vence Corinthians por 2 a 0.

SP - CORINTHIANS X PALMEIRAS / CAMPEONATO BRASILEIRO 2015 - ESPORTES - Rafael Marques comemora gol durante partida entre Corinthians e Palmeiras na tarde deste domingo (31/05), na Arena Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. 31/05/2015 - Foto: ANDERSON RODRIGUES/FRAME/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: esportes.yahoo.com

O torcedor do Palmeiras é engraçado. Há cinco dias Oswaldo de Oliveira não passava de um técnico incompetente e os jogadores lixos reciclados. Hoje tudo mudou. A vitória sobre o Corinthians mudou a forma do palmeirense pensar. Curioso? Não.

Apresento-lhes o futebol brasileiro.

Chega a ser irritante o comportamento de certos torcedores dentro do estádio, mas isso não vem ao caso.  O problema em questão é a impaciência que permeia o futebol nacional. A instabilidade dos técnicos brasileiros é um fato que deixa gringo boquiaberto.

Se não fosse pela vitória, Oswaldo estaria desempregado. Porém agora ele é herói.

Outro ponto em questão é essa relação estranha entre Valdivia e torcedor. Uma hora ele é amado, na outra xingado. A verdade é que para mim, já deu. Para ganhar 500 mil mensais e jogar o que ele vem jogando, é melhor vender. Mas se o chileno fizer tanta questão de ficar, que fique no banco ganhando 120 mil, que já é muito.

O mago jogou bem, mas errou 9 passes. Passou a bola para Kelvin assistir Rafael Marques no primeiro gol e depois deu assistência para Zé Roberto marcar o segundo, ok.

Creio que a renovação é algo difícil, mas para o jogador seria burrice não renovar. Agora o meia irá disputar a Copa América com a seleção chilena. Boa sorte e ‘bon voyage’?

O 2 a 0 QUE PODERIA SER 4

Pois é, o verdão poderia ter goleado se não fosse Cássio. O goleiro do time de Itaquera fez duas defesas cruciais para que não fosse um vexame maior. Zé Roberto deu um tapinha de perna esquerda tentando encobri-lo e o lateral esquerdo Egídio, quase fez depois de sentar o pé em cima do goleiro alvinegro. Mas ainda assim creio que o Palmeiras poderia ter feito mais, o time somente administrou o resultado.

Oswaldo escalou o Palmeiras no 4-2-3-1, esquema que vinha sendo criticado pela maior parte da torcida do verde. Acho um esquema eficiente somente para jogos fora de casa, como venho falando há tempos. Em casa nós devemos jogar com um 4-3-3, ou em um 4-2-2-2 mais ofensivo, com os meias disparando pelas pontas.

Mas a verdade é que este esquema é eficiente, principalmente em jogos contra os ‘itaqueras’. O meio do Palmeiras estava postado em um losango, Gabriel atrás de primeiro volante, Arouca pela direita como segundo volante, Valdivia mais a frente trocando posição com Rafael Marques, Zé Roberto fazendo a cobertura do chileno pelo meio e Kelvin na ponta direita. Rafael Marques transitava da ponta esquerda para a área, o famoso falso nove, mas que em minha opinião só da certo quando o camisa 19 está em campo.

Foi um resultado que lavou a alma de Oswaldo e da diretoria. O futebol brasileiro vive de resultados, fazer o que?

Quinta feira tem o Inter em casa… torcemos para que agora o Palmeiras embale em muitas vitórias!!!

FORZA PALESTRA!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s