Por: Victor Chahin

  
O dilema dos volantes vem esquentando a cabeça de todos os palmeirenses. Sem Arouca pra domingo, o comandante Marcelo Oliveira deve estar ansioso para decidir quem vai entrar na posição. Cleiton Xavier, Zé Roberto, Amaral ou mudar a tatica? 

O fato é que a opção direta, não agrada muito os mais críticos. Amaral é um volante lento e coloca-lo para conter o sistema ofensivo do Galo é suicido. O jogador serviria mais para um jogo pesado e de força.  

Uma opção mais lógica seria deixar Cleiton Xavier e Zé Roberto com o revezamento na volancia. Assim, Andrei Girotto ficaria fixo no setor, não tendo a necessidade de abdicar do 4-2-3-1.

Menos provável seria um 4-3-3, com Girotto recuado e uma linha na frente com Zé e Cleiton Xavier lado-a-lado. A probabilidade é baixa, não por ser arriscado e sim por Marcelo Oliveira não querer deixar o 4-2-3-1 de lado. 

Andrei Girotto. É um jogador que devide opiniões, mas de fato pegou uma pressão enorme ao entrar no lugar do Gabriel. O Andrei mostra vontade, consegue alguns desarmes e marca bem, talvez um pouco mais de ritmo deixe-o melhor. 

Cleiton Xavier. Se quiser manter-se no time titular precisa conseguir regularidades nos jogos. Ele é experiente e junto com o Zé Roberto, devem levar o time com eles!

  
Fotos: Cesar Greco
FORZAPALESTRA

Deixar uma resposta