Por: Vitor Vizzotto

IMG_0767

Muitas histórias para um dia só.

Começarei narrando o caminho de jovens que acreditavam nesta taça, mais do que nunca.

Seria uma data histórica, pois neste século não haveria um título tão importante quanto este. Sim, teve o de 2012, mas não foi muito lembrado no final daquele ano. O que importa é que o dia 2/12, ficará em nossas memórias.

Pré-jogo, comemoravam a nossa esperança fora do velho estádio Palestra Itália. Caminharam em direção à Rua Turiaçu cantando e mostrando a força da torcida. A cerveja gelada e o sanduba de calabresa, davam pitadas daquilo que seria um título memorável. Olhavam um para os outros e enxergavam pessoas de uma mesma família, a família Palestra.

Em meio aqueles fogaréus gritavam com todas as forças em prol da taça. Porém momentos de tensão tomaram aquelas horas intermináveis daqueles garotos. Um rojão explodiu no lugar errado e acertou um deles nos olhos e alguns nas pernas. O pânico pairava no ar, as incertezas consumiam aquelas almas verde e brancas. Correram para todos os lados em busca de ajuda, mas no fim, o garoto que fora atingido, estava enxergando! Tudo corroborava a favor do Palmeiras, até nas horas de tensão.

O atingido, foi socorrido e tudo não passava de um susto.

Tudo certo para o jogo, eles entraram na arena e todos assistiram à partida que seria uma das mais importantes na vida deles, pois lúcidos, nunca haviam visto uma vitória tão importante.

Uns deles estavam juntos e outros, sozinhos em outros setores. Mas não, estes não estavam sozinhos, tinha uma família que acolhia eles mesmo sendo desconhecidos.

A torcida que lotou o Allianz Parque, fez o time da Vila tremer. Tremeram perante a garra e a história deste clube que ressurgiu campeão chamando Sociedade Esportiva Palmeiras. Porém, a tensão ainda deturpava a certeza daqueles torcedores que acreditavam no campeonato. A bola rolou e o time verde entrou diferente. Com calma e disciplina, o Palmeiras mostrou sua superioridade em campo. Não tiveram medo, jogaram com a alma e dando o sangue!

Ao final do primeiro tempo, os minutos não passavam e a angústia estava presente.

Quando saíram os gols do Palmeiras, o peso tinha saído de nossas costas, mas o pior aconteceu alguns segundos depois, o Santos empatou no placar agregado… A torcida não acreditava no que tinha visto.

E sim, novamente, a disputa nas penalidades nos perseguiu. Tudo estava, praticamente, nas mãos de Fernando Prass, de novo. E não só nas mãos…

Quando o locutor anunciou a quinta batida de pênalti do verdão, todos não acreditaram. Sim, ele poderia resolver tudo e agora com os pés.

Assim como Dudu, o Santo Prass, foi consagrado ídolo da torcida do Palmeiras!!!

Defendeu uma cobrança, tirou outra com os olhos e matou o time praiano com um foguete que estufou as redes e consagrou o Palmeiras, Tri campeão da Copa do Brasil.

Para aqueles que duvidaram, nosso digníssimo “CHUPA”!!!

Para aqueles que acreditaram, sim, somos todos Palmeiras, todos alviverdes!!!

Parabéns Sociedade Esportiva Palmeiras, parabéns torcida alviverde, parabéns a todos que estavam no estádio, fora dele, ou em casa no sofá, todos nós merecemos está taça!

Muitas histórias aconteceram ontem, esta foi uma delas e todos nós teremos uma história sensacional para contar quando formos pais e avôs! Passaremos o manto sagrado para aqueles que cantarão com a nossa voz no futuro!

RUMO AO BI DA LIBERTADORES!!!!

AQUI É PALMEIRAS!!!! CAMPEÃO DESTE NOVO SÉCULO!!! TRIII CAMPEÃÃÃÃO!!!!!

 

NUNCA, JAMAIS, DUVIDE DO PODER DO PALMEIRAS!

 

FORZA PALESTRA!!!!!

IMG_0760
Os garotos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s