PACIÊNCIA, nós temos desde o começo dos anos 2000

Por: Victor Chahin

De la pra cá foram pouco momentos de glória, mesmo assim ainda aguardamos um time que respeita a camisa e a torcida. A derrota é inevitável no futebol, mas da maneira que acontece com o Palmeiras, um time campeão dos campeões, é vergonhoso.

A torcida acreditou no projeto de 2015, acreditou que o Palmeiras havia mudado, não por menos, ganhamos clássicos, chegamos a final do Paulista, brigamos (por um tempo) pelo G4 do Brasileiro e fomos campeões da emocionante Copa do Brasil, em cima de um grande rival.

Além disso, patrocínios e dinheiro do Avanti deixaram a ideia de que nada poderia dar errado. Contudo, indo contra os sonhos dos torcedores, o Palmeiras passou a ser derrotado de maneiras iguais e inexplicáveis. Começa bem o jogo, afrouxa, toma o gol, desanima, tenta reagir, toma outro gol e desiste. Sem contar que o jeito de jogar não muda, parece um descaso dos jogadores, especulam racha no elenco e até caçoam da camisa Alviverde.

Por fim, pedem paciência, deixam no ar as respostas. Respeitem nossa história. Vergonha.

Atitude e coragem, é o que esperamos.

 

SÓ HONREM A HISTÓRIA DO PALMEIRAS

 

#ForzaPalestra

Anúncios

O SONÍFERO VERDE E BRANCO

Por: Vitor Vizzotto

26025821205_75669fdb77_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Eu gostaria de saber o que o nosso amigo nipônico da foto, está dizendo para o Dudu… Falando nisso, que substituição estranha, já que o jogador disse que não sentiu tanto para ser sacado de campo.

Sinceramente, tá tudo errado. Eu já cansei de falar isto. É jogador que parece não ter vontade, é torcida que xinga as pessoas erradas, é troca de técnico sem sentido, enfim, uma série de fatores que nos deixaram e nos deixam fracos.

Ontem no Pacaembu, a torcida xingou o presidente Paulo Nobre. Todos tem o direito a protesto, mas pensem comigo: não faz sentido nenhum xingar o presidente e depois falar que ele paga o salário em dia (não foram todos que gritaram isto, mas a grande maioria). Quem realmente é culpado, uma pessoa ou 11? Pois é…

Eu também não vou ficar dando corda pro cara, mas pensem, antes da gestão dele lembra como estava o Palmeiras? Pelo menos, Nobre tentou modernizar e profissionalizar o clube, mas para isto, requer tempo e muito trabalho, não dá para esperarmos que amanhã o Palmeiras vire um ‘Barcelona’.

A PARTIDA

Que coisa horrorosa. Se for pra protestar, deveríamos colocar a culpa nos 11 jogadores em campo. Tem alguns certos jogadores que parecem estar dormindo em campo, e isso não é de hoje. Um certo camisa 27 já está abusando neste sentido. Parece que deram sonífero pros caras.

Na minha opinião, o único que pode ser salvo do jogo de ontem se chama Egídio. Todos criticam ele, mas o jogador é um ótimo lateral esquerdo. O problema é que vinha enfrentando uma fase ruim, mas ontem ele jogou muito bem, ninguém pode negar.

Com relação a Cuca, pô, se já estão nesse ritmo daqui a pouco pode chamar outro treinador pra assumir. E não acho difícil de acontecer viu, do jeito que as coisas funcionam no Palmeiras… O técnico acabou de chegar, quando ele chegou no Atlético Mineiro perdeu 6 partidas consecutivas. Técnicos são assim, precisam de tempo para trabalho, não é da noite para o dia que eles conseguem conduzir os jogadores ao objetivo que querem.

Pareço uma bate estaca, de tanto que repito isso.

Em suma, um péssimo resultado. Tá na hora do pessoal lembrar da camisa que vestem e jogarem bola e isto tenho certeza de que são capazes.

Forza Palestra.

ENTENDA OS PROBLEMAS DO VERDÃO

Por: Vitor Vizzotto

25318152623_d5b9ba73b2_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Discutimos todos os dias os problemas que o Palmeiras está enfrentando. Muitos dizem que a culpa é do Marcelo Oliveira, outros da diretoria, dos jogadores, enfim, o nosso time está uma verdadeira confusão.

A derrota de ontem só é algo previsto logicamente, mas por que? Porque, meus amigos, é isso que da demitir um técnico que está no meio do trabalho. O elenco não se adapta rapidamente, por isso, não podemos exigir agora, algum resultado…

O Cuca chegou, está tentando implantar o seu esquema de jogo, mas isso requer tempo. Veja nas imagens a baixo, a diferença dos times de Marcelo Oliveira e Cuca, como eles se postam em campo.

ESQUEMAS

Percebam na imagem que o time de MO jogava espaçado, mais recuado e prezava mais o contra-ataque. Já o time de Cuca, joga para frente, mantendo a posse de bola no ataque, fazendo com que o time toque mais a bola. Estes são os times do Marcelo Oliveira do Cruzeiro (que tentou implantar o mesmo sistema no Palmeiras, mas não obteve sucesso) e o de Cuca no Atl. Mineiro.

Mas ai é que está, os dois gostam de jogar assim, mas isso não quer dizer que eles consigam fazer estes sistemas darem certo, tanto é que MO não conseguiu, “falhou” e acabou sendo demitido.

OS PROBLEMAS

1- A inconstância dos técnicos é muito grande. Em menos de um ano, três técnicos passaram pelo comando do time: Oswaldo, Marcelo e agora Cuca.

2- Os jogadores. Cara, não adianta falarem que o problema é a comissão, sendo que os jogadores não se colocam na posição que estão e não jogam direito. Claro, o técnico interfere, mas se os jogadores não correrem atrás, quem vai correr?

3- A diretoria. Sim, foram eles que demitiram MO.

4- E a diretoria também são responsáveis pela queda de rating da maioria dos sócios Avanti. Se você não sabe, uma grande parcela dos sócios Avanti veem reclamando do serviço prestado. A distribuição de ‘estrelas’, que são aquelas que determinam o dia e a hora da compra, está confusa e injusta.

5- A libertadores. Para muitos, já estamos fora, mas tudo pode mudar no decorrer destes 4 jogos que separam o Palmeiras do jogo de volta contra o Rosário Central.

Enfim, o caminhão de problemas que não só o Palestra enfrenta, mas sim todos os clubes brasileiros, só aumenta, e nós somos os tolos que assistem isso de camarote, mas pagando caro…

FORZA PALESTRA!

O FUTEBOL BRASILEIRO

Por: Vitor Vizzotto

25034673093_da8981510f_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Juro para vocês, não consegui assimilar esta derrota até agora. Como disse um amigo meu, daria para escrever um livro sobre a partida de ontem, mas vou tentar ser o mais preciso possível.

Começamos pelo principal culpado, o elenco. Os únicos que jogaram alguma coisa similar ao que chamamos de futebol foi Gabriel Jesus e os Thiagos. O resto estava sob efeitos de narcóticos, só pode ser. Nós fomos campeões da Copa do Brasil, não é aceitável o que vimos ontem.

Para falar bem a verdade, acho que vivemos uma ilusão com este time do Palmeiras, porque até agora, o elenco não demonstrou a mesma garra com que jogou na Copa do Brasil. Foi a única competição em que vimos um time de verdade, os outros campeonatos este elenco não jogou.

Eu não entendo, sinceramente, do por quê que os times do Palmeiras sempre pararem em campo… parece que tem alguma espécie de vudu que toma conta dos jogadores. Eles simplesmente morrem em campo. Morrem, não jogam, assistem. Aonde já se viu isso?!

A única coisa positiva de ontem foi que conseguimos consertar o erro de não ter posse de bola, mas acabamos pecando nos outros setores. O verde não chuta a gol, e se chuta, bate bem mal.

ARBITRAGEM NULA

UMA VERGONHA! Não é clubismo, pô, o que era aquele juiz?! Só faltava ele pegar a camisa do Nacional, vesti-la e sair apitando. Nunca vi uma arbitragem tão ruim na minha vida.

Primeiro, no segundo gol do time uruguaio em que três jogadores, TRÊS, deram um golpe de jui-jitsu no Cristaldo. Pareciam que estavam assaltando o Churry: “Passa a carteira seu argentino duma figa!”. E o juiz? Só olhou…

Depois, os nossos queridos adversários estavam batendo mais que boi em tourada, e o juiz??? Só olhando…

Seis cartões amarelos e duas expulsões. Quem não viu o jogo acha que o digníssimo exagerou, mas cara, ele só fez média. No segundo cartão vermelho, nem era lance para expulsão, o Léo Gamalho não fez nada, no máximo um amarelo.

E pra finalizar, o que tava me irritando mais, a CERA. Olha, se tem um povo que não gosta de jogar futebol, pode ter certeza, são os uruguaios. Ô timinho viu…

Principalmente o goleiro que quando ia bater o tiro de meta, ele ia até no meio da arquibancada e corria que nem uma senhora pra chutar a bola. Este magnífico goleiro demorava mais de 15 segundos para cobrar um tiro de meta!!! Só pra vocês saberem, sabe quantos segundos o goleiro tem para repor a bola?? SEIS!!! E o juíz?!?!?!?!

DEMISSÃO BRASILEIRA

Se você segue o que eu escrevo aqui, se já sabe a minha opinião. Mas eu vou falar de novo porque sou jornalista e todo jornalista é chato. Só vou propor uma linha lógica para vocês:

  1. Ok, demitiram o Marcelo. Ele não estava conseguindo propor e manter um padrão de jogo mesmo, e estávamos em altos e baixos.
  2. Mas pense comigo. E agora?
  3. Agora entra um novo treinador, provavelmente o Cuca ao que tudo indica, eai?
  4. Ele vai pegar um elenco monstruoso e até conhecer todas as peças que tem, demorará uma eternidade.
  5. E ainda por cima, é capaz de não conseguir propor um padrão de jogo, mas olha só…
  6. Você continua achando que trocar de técnico é a solução? Ok…
  7. Cuca chega e pá, beleza, tudo bonito. Mas e ai, o que você acha que ele vai fazer? Manter o mesmo esquema tático. Óbvio!
  8. Não acha isso? Então me diga o que o MO fez quando assumiu no lugar do Oswaldo, ein?
  9. Desde a demissão do outro Oliveira, eu achava que tudo estava errado e que o futebol brasileiro não tem mais jeito.
  10. A direção só tomou esta atitude, porque não queria os muros pichados no dia seguinte.

A última coisa. Veja o retrospecto e os números do Marcelo no Palmeiras:

TA

Por favor, um pouco mais de respeito com o cara que chegou a duas finais de Copa do Brasil com o CORITIBA, foi bicampeão do campeonato brasileiro com o Cruzeiro, chegou a uma final também com o time mineiro e acabou com a fila do Palmeiras de títulos no ano passado.

Direi mais uma vez. Espero que o Cuca não caia daqui a seis meses…

Forza Palestra

 

 

GRUPO MAIS DO QUE UNIDO

Por: Vitor Vizzotto

25541786346_de3c880f1a_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Depois do gol do Cristaldo, tudo ficou claro, o grupo do Palmeiras está unido. Não há nenhuma dúvida de que todas as especulações foram feitas por quem quer ver o verdão em maus lençóis. Gente da imprensa que não tem o que fazer e para ganhar ibope, fala uma coisa dessas!

Hoje, o time jogou bola, acariciou-a e fez a torcida vibrar quatro vezes. Algo que começa a se tornar cada vez mais presente na rotina do alviverde. Agora temos que manter a boa sequência e vencer na quarta contra o Nacional, e depois no choque-rei contra o São Paulo no Morumbi. Neste jogo, podemos afundar de vez um de nossos maiores rivais.

Outra coisa que gostei muito foi o gol do Thiago Martins, o zagueiro que veio da base! Cara, simplesmente fenomenal ver como o elenco do Palmeiras tem peças futuramente fundamentais como: Gabriel Jesus, Matheus Sales, Thiago Martins, Nathan, João Pedro, Lucas Taylor, Augusto, Victor Luis, etc. Todos vindos da base do Palmeiras. A gestão juntamente com a comissão técnica, estão fazendo um ótimo trabalho com a base que há tempos não se via no Parque Antártica.

Isto é fundamental! Devemos dar mais espaço para os moleques jogarem. Todos eles apresentam qualidade e assim, não precisamos gastar tanto dinheiro no futuro. O Palestra tem uma base excelente e está na hora de usá-la cada vez mais!

A GOLEADA 

Foi o primeiro de Alione, depois, Thiago Martins, Cristaldo e Alecsandro. Quatro gols e com vontade, isto que foi mais legal de se ver.

Gostei da escalação do Marcelo. Na outra crítica disse que ele poderia dar mais espaço para alguns jogadores, e ele deu. Pode cada vez mais fazer uma rotação no elenco. Nós temos um ótimo elenco, é só saber usá-lo.

Em suma, todo aquele papo furado de que os jogadores estavam contra o Marcelo Oliveira e que ele deveria sair, está cada vez mais ficando ultrapassado. Desculpem, mas vou repetir e se for preciso repetirei mais mil vezes: NÃO ADIANTA DEMITIR O MARCELO!

Todos estão com ele, e as últimas partidas demonstraram isto. Queiram ou não, Marcelo vai ficar.

FORZA PALESTRA!

O MILAGREIRO

Por: @VitorVizzotto

25488554275_7edeeff4c1_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Vamos por partes. Uma vitória que, embora sofrida no estilo Palmeiras, foi muito importante para nos firmarmos neste ano. Cada voz que estava no estádio, levou o time à glória, mais uma vez.

Um primeiro tempo magnífico do verdão, sem questionamentos. Raça, superação e bom toque de bola, foram caraterísticas propostas pelo time na primeira etapa. Gostei também da escalação. Cristaldo e Thiago Martins entraram no time muito bem e talvez, se firmaram como titulares. Assim espero.

Uma partida muito boa do zagueiro que voltou do Paysandu e mostrou que Leandro Almeida e Roger Carvalho não tem mais espaço. Talvez Nathan poderá ter, mas para isso, Marcelo Oliveira terá que rodar o elenco, coisa que ele não faz.

Eu venho pedindo a tempos para que MO faça uma rotação. Espero que neste jogo de domingo contra o Capivariano, ele coloque algumas peças para jogar, como por exemplo: Eu escalaria Rafa Marques para jogar de centro avante (como jogou contra o Rosário); Colocaria Nathan no lugar de Vitor Hugo, pra poupá-lo, e manteria o Thiago Martins; Sacaria o Robinho do elenco, pois o meia parece estar cansado; E por fim, tiraria Dudu para o lugar de Erik e colocaria Matheus Sales para jogar.

Mudando da questão tática para o jogo de ontem. O Palmeiras teve no segundo tempo somente 34% de posse de bola. Isto é grave prum time que estava jogando em casa, ainda por cima com ela lotada. O Rosário Central, me desculpem, é um time ridículo. Teve inúmeras oportunidades e não marcou.

Falando nas oportunidades, devemos parabenizar o novo santo, São Prass, que foi abençoado por São Marcos e incorporou as habilidades do ex-goleiro. Simplesmente fenomenal a sua atuação em campo ontem. Se não fosse ele, novamente, teríamos perdido.

ERROS E ACERTOS 

O técnico do Palmeiras errou em dois aspectos, mas acertou em três. Errou em ter sacado Thiago Santos, que naquele momento da partida, era o jogador melhor em campo e que estava segurando o sistema defensivo. E por ter recuado o time no segundo tempo.

Marcelo acertou na escalação do time, que para mim foi a melhor do ano, contextualizando com o momento de cada jogador. E nas duas outras alterações, que por mais tardias, foram efetivas. Arouca entrou bem e o Rafa também.

Venho conversando com muitos palmeirenses e muitos dizem que não querem que Marcelo caia, mas muitos querem. Aos que querem eu vos digo: Não vai adiantar trocar o treinador. Parece discurso repetido, mas lembra do Corinthians do Tite em 2010? Não ganhou nada, não estava jogando nada e mesmo assim, o presidente da época Andrés, decidiu mantê-lo. Deu no que deu.

Fora este exemplo, existem outros inúmeros, como por exemplo os casos dos times europeus. Lá um técnico permanece anos no mesmo clube, como todos sabem. E eles tem tempo de realizar um trabalho sólido. O mesmo deveria acontecer aqui, oras.

Outra coisa, por favor, sejam menos chatos? Eu sei, vocês vão me xingar, mas nós devemos mais apoiar nosso time do que balbuciar palavras feias em vão, sem sentido algum e acabar por atrapalhar os jogadores. Vou explicar: Tinha um sujeito atrás de mim ontem no estádio, que só xingava os jogadores. Cara, não é assim! Vamos apoiar o time, por mais que eles não estejam jogando nada. O Alione, mal tinha entrado e o rapaz estava xingando-o sem precedentes. Reflita.

Enfim, agora é ver como será a partida de domingo e esperar que o time não jogue tão feio na quarta contra o Nacional.

FORZA PALESTRA