O FATOR CASA

Por: Vitor Vizzotto

26730320533_70f0c30cf4_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

O Palmeiras de Cuca definitivamente é um time que decidirá seus jogos em casa. Das 2 partidas fora, o verde perdeu as duas. No comando técnico em 12 duelos, contando com campeonato Paulista e Brasileiro, Cuca apenas perdeu 2. Ponte Preta e o São Paulo.

No jogo de ontem faltou o uso tático que Cuca vinha implantando no seu jogo. Ele alterou a forma de jogar, mas também, fez isto por estar enfrentando o São Paulo. Claramente não deu certo e creio eu que ele voltará com o esquema anterior.

A verdade é que o Palmeiras não tomou mais gols, por causa de Fernando Prass. O arqueiro cresceu pra cima dos atacantes, mas não conseguiu evitar o único gol. O ataque palestrino estava a mercê da defesa do time do Morumbi e não foram criadas muitas jogadas.

O GRÊMIO

O time gaúcho é o líder com 10 pontos em 4 jogos e tem a defesa mais forte da história do início dos pontos corridos. Em todas as edições do campeonato brasileiro no formato, é a primeira vez que um clube chega nesta rodada sem tomar um gol.

Impressionantemente o time de Róger tem a melhor defesa do campeonato. Isto é um perigo, pois no ano passado o Corinthians de Tite também tinha o sistema defensivo mais sólido.

Como que o Palmeiras terá que jogar contra o Grêmio na quinta-feira?

Utilizando o recurso da posse de bola. Vendo a partida de ontem entre os gaúchos contra o Coritiba, percebi que quando os paranaenses dominavam a bola e faziam triangulações, os gremistas se desestabilizavam.

Portanto, termos que jogar como na primeira partida contra o Atl. Paranaense, na minha opinião.

Palmeiras x Grêmio – Pacaembu/21h – Quinta-feira, 02/06

FORZA PALESTRA!

 

Anúncios

A VITÓRIA DO PORCO DOIDO

Por: Vitor Vizzotto

image

A terceira rodada do campeonato brasileiro nos mostrou que a nossa força está em casa. O Palmeiras venceu o Fluminense por uma série de fatores. Primeiro pela defesa do Prass no final da primeira etapa. Segundo pela implementação tática que o técnico Cuca e o Cuquinha propuseram. E terceiro pela força de Vitor Hugo e pela frieza de Alecsandro.

No final do jogo poderíamos ter feito o terceiro gol, após Roger Guedes driblar o goleiro e ao invés de passar para o Dudu livre, ter chutado para o gol.

Mas por que o esquema de Cuca foi um fator?

Simplesmente por ter iniciado o jogo com um ataque leve, escalado o tridente composto por Guedes, Jesus e Dudu. Depois no segundo tempo, por sua comissão técnica ter colocado Alecsandro, um matador na área.

Outros fatores foram as triangulações, que inclusive em uma delas pela ala direita de campo entre Guedes, Jean e Sales, surgiu o segundo gol. Também a inversão de jogada para a ponta esquerda e lá, quem ditava o ritmo de jogo era Tchê Tchê.

Agora o verdão irá ao Morumbi para dar início a sequência do quadrangular da morte, como já dito na crítica anterior aqui no blog.

No mais, o Palmeiras precisa vencer no início do campeonato para se projetar bem lá na frente.

Temos time, técnico e agora, inteligência. Podemos sim brigar pelo campeonato.

São Paulo x Palmeiras – Morumbi/16h – 29/05

FORZA PALESTRA

COMEÇOU O CAMPEONATO 

Por: Vitor Vizzotto

Foto: Cesar Greco

O Palmeiras finalmente ingressou no campeonato brasileiro de 2016. Nossa vida não será fácil pois teremos uma sequência da morte.

1) Pegamos o Fluminense amanhã em casa. Um jogo extremamente complicado, já que estamos vindo de derrota contra a Ponte Preta. Será um jogo para testar as qualidades deste time e para vermos se a filosofia de Cuca está sendo bem aplicada.

2) São Paulo no Morumbi. Clássico sempre é uma pedreira, por mais que nosso histórico de confrontos recentemente esteja bom, ainda mais falando de Choque Rei. Outro detalhe é que o tricolor vêm bem na libertadores.

3) Grêmio em casa. Os jogos contra o time gaúcho sempre contam com uma pitada de rivalidade. O zagueiro Wallace, ex-Flamengo foi para lá e com certeza será um bom reforço para o setor defensivo.

4) Flamengo no Maracanã. Um dos nossos maiores rivais fora do estado de São Paulo. Os rubro-negros não estão em uma fase boa, mas mesmo com todas as turbulências e as dúvidas se o técnico Muricy Ramalho fica ou não, o Fla tem um plantel razoável.

5) Por último, o Corinthians no Palestra Itália. O jogo que, na minha opinião, é o mais importantes para o Palmeiras dentro da sequência do campeonato, porque poderá definir a garra que o elenco encarnará para seguir com vitórias até o final.

Em suma, campeonato brasileiro não é paulistinha, ou seja, cada rodada conta, ainda mais no começo para criar uma gordura de pontos e se projetar bem para conquistar a taça que não ganhamos desde 94. São 22 anos sem ser campeão do principal título nacional.

Este elenco tem total capacidade para serem campeões, só depende deles mesmos. Cuca parece esboçar uma melhora tanto no esquema tático, como na questão da saída de bola, que era o defeito principal do time.

Quando defende, o esquema é o 4-1-4-1 e quando ataca o esquema é o 4-3-3. Isto mostra que o nosso treinador sabe escutar o que o jogador quer e vê onde que ele atua melhor. Claramente podemos ver isto na partida contra o Atlético Paranaense.
Veja o que Cuca falou sobre o brasileirão:

“É um campeonato de regularidade. Nós tivemos alguns momentos bons no jogo e outros ruins [contra a Ponte]. A gente tem que melhorar isso para o jogo contra o Fluminense. Temos que voltar a vencer. Ideias novas vão se criando dentro da competição”

Palmeiras x Fluminense – 25/05 – 21h/Allianz Parque

FORZA PALESTRA!

JESUS VESTE VERDE

Por: Vitor Vizzotto

26409691724_488dc43b36_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Nesta semana surgiu uma dúvida e um receio nas nossas cabeças palmeirenses, pois o jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”, publicou em sua capa que a Juventus estaria interessada na contratação da joia palestrina por cerca de 15 milhões de euros.

A diretoria do Palmeiras publicou que não recebeu oferta alguma e que para levar Gabriel Jesus, a multa rescisória é de 40 milhões de euros e a que não estariam interessados em ofertas menores. O porém desta história é que existe na cláusula do contrato, um parenteses que diz que os times: Manchester United, PSG, Barcelona, Real Madrid e Bayern de Munique, podem pagar, eventualmente, um valor menor.

O contrato da nossa joia vai até o final de 2019, e o verdão espera segurar o atacante até lá.

O ESTÍMULO 

O que a diretoria alviverde terá que fazer é, primeiramente, seduzi-lo a ficar para ganhar mais experiência e possivelmente se tornar um alvo maior dos gigantes europeus. Segundo, o Palmeiras só possui 30% dos direitos econômicos do jogador, portanto devemos comprar pelo menos mais 20% dos direitos, para que no futuro lucremos com o nosso jogador, afinal, foi forjado em nossa base. Esta é uma questão a ser debatida e levada a CBF, pois os clubes em minha opinião, devem ter uma porcentagem maior de suas’crias’.

Resumindo a novela, cabe a direção tomar decisões contundentes e lúcidas. Vendê-lo agora, neste momento, não será bom para ambas as partes. O menino Jesus precisa se firmar na sua casa primeiramente para depois sair e se consagrar o grande jogador que esperamos que ele se torne.

Mais títulos com o Palmeiras, é disto que ele precisa. Deixar de ser apenas uma promessa e virar realidade, aqui. Gabriel está se encaminhando para isto, mas o que cabe a nós torcedores e a mídia fazermos, é não encher a bola do menino de mais e deixarmos ele jogar bola.

FORZA PALESTRA!

COMO CUCA UTILIZARÁ DUDU EM SUA VOLTA

Por: Vitor Vizzotto

26455105954_b6d5585783_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

O atacante, camisa 7 do verdão, voltou a treinar em definitivo nesta segunda-feira em jogo treino contra a Juventos da Mooca, na academia de futebol. Para o jogo de sábado contra a Ponte Preta, o técnico Cuca poderá colocá-lo em ação novamente, ou pelas pontas, ou mais centralizado, já que Roger Guedes pode fazer a função de ponta-esquerda também. Veja como que o técnico Cuca poderá escalar o ataque do verdão:

ESCA CUCA
Tudo Alviverde – esquema para o segundo tempo (opção 1)

Gabriel Jesus (33) poderá fazer o falso nove, mas que avança pelas pontas e volta para marcar, trocando de posição com Tchê Tchê.

Dudu (7) poderá entrar na área para finalizar e fará provavelmente a troca nas pontas com Róger Guedes (23).

Creio que este será o sistema para o jogo contra a Ponte no sábado. Rotatividade.

Este esquema de ataque será usado provavelmente só no segundo tempo, pois no primeiro tempo, Cuca entrará com Lucas Barrios como centro avante de área.

ESCA CUCA 2
Tudo Alviverde – esquema para o segundo tempo (opção 2)

A outra opção para o técnico Cuca, é sacar Lucas Barrios e colocar Alecsandro (29), para sair da área e Dudu (7) no lugar de Róger Guedes, na ponta-esquerda, como podemos observar no segundo esquema possível. Veja o que o atacante falou em entrevista ao globoesporte.com:

“É muito ruim ficar fora. Eu sou um cara que gosta de jogar todas as partidas, gosto de estar junto com o pessoal, ajudar os meus companheiros dentro de campo. Talvez o meu excesso de vontade tenha atrapalhado um pouco, mas, graças a Deus, já estou recuperado e não vejo a hora de jogar novamente. Estou treinando bastante, ontem consegui jogar, me senti bem e acho que estou pronto, mas sei que tenho que ter paciência e esperar. Serei liberado na hora certa”

Dudu teve 16 gols no ano passado e neste ano ainda não engrenou por conta de lesões. Agora esperemos que o atacante possa voltar e arrebentar.

Uma má notícia para a nossa nação alviverde, é a nova lesão do volante Gabriel. Como foi postado em nossa página no facebook, o camisa 18 ficará no DM por volta de 4 meses. No ano passado o jogador sofreu uma grave lesão e ficou praticamente o ano todo fora dos gramados. Estamos torcendo para que Gabriel possa voltar o mais rápido possível, pois já sofremos de mais no ano passado sem ele.

Ponte Preta x Palmeiras / 16h/ Campinas – SP

FORZA PALESTRA