Por: Vitor Vizzotto

27415192191_02d333d082_o
(Foto: Cesar Greco / Fotoarena)

Um jogo longe da região da onde os dos dois clubes residem. Tanto para o Palmeiras, quanto para o Flamengo, não foi tão complicado jogar tão distante de casa, pois o estádio Mané Garrincha lotou, de fato. Eram 56% flamenguistas e 44% de palmeirenses.

Vamos começar falando do jogo. Logo no começo, Gabriel Jesus recebeu a cabeçada de Fabrício, invadiu a área após uma matada sensacional da bola e enfim, a conclusão a gol. Os torcedores verdes que mesclavam as cores do estádio com os rubro-negros explodiram de alegria, mas que não durou muito. Alan Patrick empatou com um golaço. Na metade do segundo tempo, o pênalti marcado a favor do Palmeiras determinou o rumo da partida.

Vejam alguns dados da partida:

TCHÊ TCHÊ

Vimos um bom jogo de bola. As torcidas faziam um espetáculo a parte, com paz e tranquilidade, até certo ponto…

Ai que entra a grande problemática da peleja. Torcedores organizados arranjaram confusão e os policiais que ali estavam, lançaram gaz lacrimogênio contra os tumultuadores. Porém, o mesmo gás que foi lançado para coibir a ação dos organizados, invadiu a arquibancada e o gramado.

Com relação a isto, ambos os lados estão errados, tanto torcedores uniformizados, quanto a PM. Foi angustiante ter visto pela TV aquelas famílias sofrendo daquela maneira. Teve até um pai que estava aos prantos por ver que o seu filho, cadeirante, havia desmaiado. Ele não sabia o que fazer, e não é pra menos. Cara, até quando esta falta de preparação da segurança vai ficar assim? Porque ao invés de proteger, eles somente coercitivamente atacam sem usar o cérebro.

Era evidente que o gás iria atingir inocentes e paralisar a partida, pois nenhum dos jogadores estavam aptos a jogar. O jogo foi postergado no mínimo de 10 a 15 minutos, por causa do ocorrido.

Mas e agora, quais serão as medidas da ‘maravilhosa’ PM e da ‘ilustre’ CBF quanto a isto?

É óbvio que nenhuma, pois é de interesse de alguns que as organizadas desapareçam… Não estenderei, porque este assunto é longo. Fora que esta prática de cortar pela raiz está intrinsecamente ligada a nossa cultura e história.

O DERBY

Logo mais, faltando 5 dias, pegaremos o Corinthians em casa. Um jogo importantíssimo, se não o mais importante do campeonato. Se quisermos nos consagrarmos campeões, não podemos perder os clássicos, principalmente em casa. Falando nisto, nossa invencibilidade em casa é de 100%.

O nosso adversário também vêm bem na competição, por isso devemos nos preocupar em dobro. O técnico Cuca manejou muito bem a equipe contra o Flamengo, e acredito que no clássico ele deverá fazer o mesmo. Realmente ele me surpreendeu ao escalar o ‘trio leve’ (Guedes, Jesus, Dudu) do verdão.

Contra o Corinthians acho que a mesma formação deve ser utilizada, tirando o Fabrício, que na minha opinião, caçou sapo.

Palmeiras x Corinthians

Data: Domingo 12/06
Horário: 16h
Local: Allianz Parque

FORZA PALESTRA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s