Por: Vitor Vizzotto

29277251093_f9335f81d4_o
Foto: Cesar Greco

Cuca em entrevista coletiva antes da partida contra o coxa, disse que o verdão tinha que fazer o ‘arroz com feijão’. Sim, o fez e digo mais, com um bifinho, farofinha e uma batatinha pra incrementar. No segundo tempo principalmente, o time mostrava criatividade nas jogadas e constante pressão. Mas este algo a mais traduz o porquê do Palmeiras estar onde está.

2 a 1, ta ótimo. Pra quem não é campeão brasileiro a 22 anos esse resultado está de bom tamanho, não é agora que vocês querem que o time de espetáculo, né? Embora esteja, em alguns momentos. Foram três pontos importantes e nestes jogos contra times de expressão ‘menor’ na tabela é que a rapadura mostra que não é mole. Já tinha dito isto na minha análise anterior, mas o que realmente importa é não perdermos essa linhagem de bons resultados.

O time todo mostrou que não existe esse negócio de “Cuca ball”. O segundo gol foi a prova crucial que mostra isto. Uma bela jogada envolvente que só poderia culminar no gol. Dudu foi e está sendo um dos principais jogadores que provam isso. A cada jogo que passa a sua qualidade se acentua ainda mais. Em suma, nesta partida o verdão teve um domínio quase que o tempo todo. Agora é manter a sequência contra o Santa lá em Pernambuco.

29868603046_041f4f6b10_o
Foto: Cesar Greco

COPA DO BRASIL

Sim, temos condições de disputar à altura, dois campeonatos ao mesmo tempo. Inclusive acho que essa história de priorizar tem que acabar. Não somos nós, o time que tem o dito melhor elenco do Brasil? Pois então, coloquemos em prática esta fala.

O páreo é duro, mas a qualidade é nossa. Não que o time gaúcho não tenha qualidade, muito pelo contrário. É que peça por peça, dá Palmeiras. Se é que vocês me entendem.

Eles virão com mais vontade, diz a imprensa. Ok pode até ser, mas nós devemos mostrar o contrário.

A GESTÃO

Eu queria tocar neste assunto, porque acho fundamental para traduzir o momento do clube. Não há como não gostar dessa gestão que o Palmeiras tem hoje. Claro, como tudo na vida, ela tem os seus defeitos, que não são poucos, mas por outro lado tem muitos méritos.

Eu sou um dos primeiros a questionar o sistema Avanti, e não só do verde, mas como de todos os clubes do Brasil. Quero que a inclusão no estádio ocorra, claro. Nós devemos lutar para melhorar esses tópicos no futuro. Nem tudo é perfeito, mas dentro das nossas possibilidades, a gestão atual está se mostrando muito eficiente.

O que devemos analisar destes anos de mandato do Paulo Nobre, é que o clube estava numa pindaíba danada, devendo pra meio mundo. Agora tudo foi quitado, em teoria, porque ainda devemos uma quantia ao presidente.

O que quero trazer aqui é que devemos saber separar as coisas. O futebol está sendo solucionado. Questões sociais dentro do clube são outros quinhentos, que não devem ser esquecidos, mas que também não são o cerne de tudo. Tanto é que, quase unanimamente, o seu vice será eleito.

Mas que fique claro: não podemos deixar de lutar por um clube mais inclusivo e justo.

FORZA PALESTRA

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s