O TIME QUE QUEREMOS VER

Por: Marina Delamo

Eduardo Baptista nos mostrou que entendeu bem o recado que foi dado no jogo contra o São Bernardo e entrou com as substituições que deram efeito e nos ajudou na vitória por 2×0.

32875517571_54d36a56e6_o
Foto: Cesar Greco

A lesão precoce de Moisés, logo aos 11 minutos, me fez pensar se o time sentiria o baque de perder um jogador de extrema importância mas meu pensamento logo foi contrariado por um Palmeiras bem armado e criativo.

Esse é o time que queremos ver. Ofensivo, finalizador, que cria, tabela e investe no gol. Dudu foi peça crucial nessa goleada participando efetivamente dos lances perigosos e matadores.

Se demos um até logo a Moisés, que infelizmente ficará no mínimo 6 meses longe dos gramados, demos, novamente, boas vindas a Mina – “pra todo mal, a cura”, já dizia Lulu Santos. Além de termos a chance de inscrever Borja no campeonato, outro reforço que nos ajudará a suprir a falta que nosso camisa 10 vai fazer.

Raphael Veiga parece não ter sentido o peso da nossa camisa e mais uma vez marcou. Já o nosso homem referencial lá da frente, Willian, finalmente desencantou.

Michel Bastos viu sobrar uma ótima bola e acertou o gol de cabeça. E o tão amado e odiado, Lucas Barrios, entrou, mostrou boa movimentação e após boa tabela com Dudu marcou o quarto gol alviverde.

Nada como uma vitória com V maiúsculo pra espantar qualquer desconfiança, corneta e amendoim. Aos poucos o time vai se encaixando e ostentando a sua fibra.

FORZA PALESTRA

UMA NOVA PARCERIA

Por: Vitor Vizzotto

622_88ecf9f1-a553-3544-8a32-d887bae285ea
Dirigentes e presidente do Barcelona, junto com Alexandre Mattos e Maurício Galiotte

O presidente do Palmeiras e o diretor executivo Alexandre Mattos, foram a Barcelona para negociar a permanência do zagueiro Mina até pelo menos 2018. Além disso, o clube catalão terá total prioridade na negociação.

Mas, como que eles conseguiram convencer os espanhóis? Com certeza eles ofereceram alguma prioridade de compra de outro jogador, ou até algum passe de algum jogador da base do verdão. Não cravo que seja isso, mas ao meu ver, eles ofereceram o passe do Róger Guedes. Porém, isso é achismo da minha parte. É provável que não seja nada disso.

Essa ida à Barcelona, não serviu somente para a negociação do zagueiro, mas também, o mandatário alviverde ofereceu uma nova proposta, coisa que também deve ter agradado os catalães e que os convenceram.

O verdão terá a partir de hoje uma espécie de convênio com o Barcelona. Além de terem prioridade de compra por alguma revelação da base, ambos os clubes poderão realizar intercâmbios com os garotos da base, de ambas as equipes.

Ao meu ver, isto é um grande negócio e que também terá um efeito muito positivo no marketing do Palmeiras, principalmente. Com isto, a exposição da nossa marca crescerá e nos renderá bons frutos.

 

FORZA PALESTRA