Por: Marina Delamo
O Palmeiras enfrentou o Red Bull Brasil nessa sexta feira e pode carimbar o passaporte pra Argentina tranquilizado com a vitória por 3×1.

O jogo começou bem, com boa movimentação. Eduardo Baptista optou pelo 4-2-3-1 e logo aos 8 minutos do primeiro tempo, Willian se viu em boa posição dentro da área para abrir o placar. 
Ambas equipes foram prejudicadas pelo gramado encharcado, o que dificultava a saída de bola, mas o jogo seguiu equilibrado com boas chances dos dois lados. 

No segundo tempo, Eduardo voltou ao seu esquema favorito e deixou Felipe Melo ajudando a defesa enquanto Zé Roberto desceu e se tornou mais ofensivo. 

A partida seguiu sem o mesmo ritmo do primeiro tempo, o Palmeiras não conseguia criar e o Red Bull mantinha um melhor posicionamento em campo. 

Roger Guedes, que entrou no lugar de Keno, aproveitou uma falha na zaga do Red Bull, se redimiu de uma bola na trave poucos minutos antes e, aos 34, ampliou. 

Já no fim da partida, aos 42, em um erro de marcação, o Red Bull diminuiu e colocou tensão no jogo mas nosso novo “homem gol” apaziguou o ambiente. Em uma bola parada e bom lançamento de Michel Bastos, Borja, substituto de Willian, ficou livre para matar a partida, aos 48 minutos.

Eduardo mostrou, mais uma vez, que soube fazer as alterações necessárias para a vitória. Seguimos confiantes para nosso maior desafio e entoando cada vez mais o grito: “olêlê olálá o Borja vem ai e o bicho vai pegar!”.
FORZA PALESTRA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s