Por: Marina Delamo

Futebol, algumas vezes, é como uma profecia. Certas coisas estarão predestinadas a acontecer vez ou outra, sempre que possível. Ou sempre que houver um goleiro adiantado.

Sábado mais um capítulo do Choque-Rei foi escrito. Mais uma vez que o imponente alviverde se sobrepôs ao soberano tricolor.

O jogo começou e se estendeu de maneira morna, sem grandes atuações, mas com um Palmeiras dificultando a saída de bola são paulina, que não conseguia criar.

O primeiro tempo acabaria sem fortes emoções em poucos minutos se não fosse a roubada de bola de Egídio com passe para Dudu e o lance profético da partida. De fora da área, na lateral esquerda, Dudu encobriu Denis, que estava adiantado, e nos fez ter um déjà vu. Revivemos outra obra de arte. Vivemos uma profecia.

17269870_756713214496851_782763076_o
Foto: Cesar Greco/ Palmeiras.

O gol parece ter dado o gás certo para entrarmos com imposição total no segundo tempo e Tchê Tchê nos fez matar a saudade com a explosão do seu belo chute na rede tricolor.

Seguimos superiores e com mais um lance iniciado por Michel Bastos, Guerra aproveitou a bola que Borja desperdiçou e pôde metralhar pela primeira vez com o manto alviverde.

Continuamos invictos contra o São Paulo no Allianz Parque, 4 jogos e 4 vitórias.

– Vai duas bolas com cobertura aí, rival? ¯\_(ツ)_/¯

FORZA PALESTRA

 

Deixar uma resposta