Por: Vitor Vizzotto

Parecia que tudo iria corroborar por uma vitória tranquila. No primeiro tempo estávamos bem e propusemos o jogo. Mas ai na volta para a segunda etapa o desastre estava anunciado. O Palmeiras chamou o adversário e estava na cara que tomaríamos um gol. Porém, foi um gol ridículo.

35579518102_9bab9cf4a1_o

O que acontece com o verde? Por que não consegue jogar da mesma maneira que estava jogando no brasileiro? Teve o fator Guerra, ok. O filho do venezuelano sofreu um acidente, o meia teve que voltar às pressas para São Paulo e isto pode ter surtido um efeito de comoção no time. Mas claro, não é desculpas.

O Palmeiras não propôs nada no segundo tempo e só rifava a bola. Não era mais simples sair jogando com ela no pé? De fato parecia que o verdão estava enfrentando o Barcelona da Espanha e não de Guayaquil. Realmente não dá para se conformar. Pegue a folha salarial dos dois clubes e você verá que essa diferença é gritante e brutal. Nossos jogadores recebem bem mais e fora que tem muito mais qualidade técnica.

35617959851_6d0723fe69_o.jpg

Não dá para saber o que acontece. O por quê o time perde todos os fundamentos e se amedronta somente pelo fato de estar jogando fora de casa. Quem deveria ditar o ritmo de jogo era o Palmeiras, ponto final, não importa se está fora ou em casa.

O Cuca terá que dar um chacoalhão nos seus comandados, se não o barco vai pro brejo. Quarta-feira a obrigação é ganhar e daqui 34 dias, tomara que nos classifiquemos…

 

FORZA PALESTRA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s