EMPATE DOÍDO


Por: Bruno Zuccoli

Não foi fácil, não está sendo fácil. Parecia tudo muito favorável para a gente: jogo contra o lanterna, torcida em peso fazendo parecer jogo em casa. Logo no começo, gol do Botafogo contra o Internacional. Parecia que tudo estava ao nosso favor.

Mas o futebol tem dessas. Ou melhor: o Palmeiras tem dessas. Não sei se agora no fim de temporada bateu a fadiga de mais de 70 partidas jogadas no ano, ou se o time achou que seria uma partida fácil. Mas o time jogou mal, isso é um fato. Mesmo com as condições bizarras de clima, o líder do campeonato sempre tem que se impor diante do lanterna já rebaixado.

46472460_188135515462213_7717371806398545920_n.png

E isso faz eu voltar a falar uma coisa que falei em um texto anterior: o time é previsível. Falta repertório no jogo do time e isso é algo que eu espero que o Felipão trabalhe na temporada seguinte. Mesmo jogando no estilo pragmático que o técnico gosta, com esse elenco, a equipe pode jogar muito mais.

Esse empate é doído não porque perdemos a liderança, ou a diferença para o segundo colocado diminuiu substancialmente. Na verdade, a diferença se manteve em cinco pontos, com o Flamengo roubando o segundo lugar do Internacional. Esse empate é doído porque diminuímos a chance de sermos campeões na quarta. E isso é o mais engraçado. A ansiedade já é tanta que queremos nos “livrar” disso logo. E essa revolta faz com que pessoas digam coisas que não parecem ter fundamento. Vi uns dizerem que o Moisés não presta, ou que deveriam tirar a camisa dez dele. Entendo que nessa última partida ele não foi tão bem, mas essa mera atuação (ou conjuntos de atuações, já que há alguns que dizem que ele não joga bem já faz um tempo) nunca vai apagar tudo o que ele fez por nós, e estamos falando do Brasileiro de 2016. Li uns o chamarem de “bichado”, isso é inaceitável.

Contudo, mesmo com essa sensação de uma ressaca que não valeu a pena, ainda temos chances de sermos campeões já na quarta. Mas, sinceramente, já estou cansando de fazer essas contas. O título está muito perto. Que tal nos preocuparmos exclusivamente com o Palmeiras? Os tropeços dos outros times virão ou não independentemente do que fizermos. E todo bom palmeirense sabe que nunca pode ficar 100% relaxado com um resultado, pois é aí que mora a soberba, a qual pode acarretar em decepções como essa no jogo contra o Paraná.

FORZA PALESTRA

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s